Fique por dentro das 5 principais notícias do mercado desta quarta-feira

Hurricane Joaquin is seen over the Bahamas in this handout photo provided by NASA and taken by Astronaut Scott Kelly from the International Space Station, September 2, 2015. REUTERS/Scott Kelly/NASA/Handout

Por Geoffrey Smith 

Investing.com – O furacão Laura se encaminha para o Texas e a Louisiana, mas os preços do petróleo estão caindo após atingir máxima de cinco meses. A Alemanha estende seu esquema de apoio ao emprego por mais um ano. 

As ações devem abrir mistas antes dos dados de bens duráveis ​​às 9h30 e a Salesforce.com (NYSE:CRM) teve um trimestre explosivo graças à Grande Aceleração.

Aqui está o que você precisa saber sobre os mercados financeiros na quarta-feira, 26 de agosto.

1. Tão grande quanto o Katrina

O National Hurricane Center disse que a tempestade Laura deve atingir o continente como um furacão de categoria 4 e alertou sobre tempestades com risco de vida, ventos extremos e inundações repentinas sobre o leste do Texas e Louisiana.

A categorização do NHC classifica Laura como igual em força ao Katrina, que devastou Nova Orleans em 2005.

“No caminho previsto, Laura deve se aproximar das costas do Alto Texas e sudoeste da Louisiana nesta noite e se deslocar para o interior perto dessas áreas hoje à noite ou (quinta-feira) de manhã”, disse o documento.

2. Preços do petróleo atingem altas com o fechamento das refinarias do Golfo

Os preços do petróleo saíram de máximas de cinco meses antes da tempestade, enquanto os futuros da gasolina também caíam para US$ 1,3595 às 8h41 (horário de Brasília).

De acordo com a Petroleum Argus, cerca de 2,6 milhões de barris por dia da capacidade de refino dos EUA foram temporariamente fechadas, com a refinaria de Pasadena de 100.000 bpd da Chevron juntando-se a uma extensa lista de instalações fechadas na quarta-feira. Isso é mais de 13% da capacidade total de refino dos EUA, que não comprará nenhum petróleo por pelo menos alguns dias.

O Bureau de Segurança e Fiscalização Ambiental estimou na terça-feira que cerca de 84% da produção de petróleo no Golfo do México – equivalente a 1,6 milhão de barris por dia – foi fechada.

O furacão está ofuscando o que parece ter sido outra queda maior do que o esperado nos estoques de petróleo dos EUA na semana passada. O American Petroleum Institute a estimou em 4,5 milhões de barris na terça-feira. Os dados da Administração de Informação de Energia são esperados para as 11h30.

3. Ações devem abrir mistas após os recordes de terça-feira

As ações dos EUA devem abrir mistas depois de registrar ainda mais recordes na terça-feira, com as implicações do colapso da confiança do consumidor.

O índice de sentimento do Conference Board caiu para uma mínima de seis anos em agosto, quando os benefícios de seguro-desemprego aprimorados aprovados na Lei CARES expiraram sem serem totalmente substituídos.

Às 8h45, o contrato futuro do Dow caía 40 pontos, ou 0,1%, enquanto o contrato futuro S&P 500 estava praticamente estável. Os futuros do Nasdaq 100 subiam, no entanto, mais de 0,4%.

O calendário de hoje para dados econômicos é liderado pelas compras de bens duráveis ​​para julho às 9h30.

4. Alemanha estende subsídios salariais por mais um ano

O governo da Alemanha concordou, em princípio, em estender o esquema de subsídio do país para trabalhadores com jornada reduzida por mais 12 meses até o final do ano que vem.

Embora isso reforce o compromisso da maior economia da Europa em sustentar a demanda, também reflete as expectativas de que os efeitos da pandemia serão sentidos no mercado de trabalho muito depois de uma ou mais das vacinas atualmente em desenvolvimento se tornarem amplamente disponíveis. A medida contrasta com o Reino Unido, que disse que pretende encerrar seu esquema de suporte salarial em outubro.

O índice DAX de referência subia 0,6% na hora do almoço em Frankfurt, enquanto o EUR/USD caía 0,2% para US$ 1,1812.

Em outros lugares, o governo francês chegou mais perto de anunciar o que deve ser um pacote de estímulo de 100 bilhões de euros na próxima semana.

5. Salesforce arrasa

Qualquer pessoa se perguntando por que a Salesforce deveria substituir a Exxon Mobil (NYSE:NYSE:XOM) no Dow Jones Industrial Average teve suas dúvidas respondidas após a empresa de software divulgar uma grande queda em seus lucros trimestrais e uma grande melhora em seu guidance de lucros.

Os resultados da empresa foram típicos do tema “grande aceleração” adotado por investidores que apostaram na pandemia que acelera o processo de migração dos negócios para a Internet, e para tecnologias baseadas em nuvem em particular.

Para todo o ano fiscal de 2021, a Salesforce agora vê de USI$ 3,72 a US$ 3,74 em ganhos ajustados por ação, cerca de 25% acima da estimativa de consenso antes da divulgação dos ganhos.

Intuit (NASDAQ:INTU) e Urban Outfitters (NASDAQ:URBN) também superaram as expectativas com lucros divulgados após o fechamento na terça-feira, mas a loja de departamentos Nordstrom (NYSE:JWN) decepcionou.

Deixe uma resposta